Quem somos

Ser fã é, acima de tudo, sobre amor. E também sobre ódio. É amar e odiar na mesma intensidade. Ser fã é perseguir um sonho que parece impossível, mas acreditar todos os dias que sonhos são possíveis. Ser fã é encontrar sentido na incoerência e tornar incoerente o que parece ter sentido. Ser fã é ler, reler, escrever e reescrever. É reler-se e reescrever-se. Ser fã é buscar significados e ressignificar o que parece óbvio. É construir-se, desconstruir-se e reconstruir-se. Ser fã é transcender limites, distâncias e continentes. É viver outras vidas, falar outras línguas, imergir em outras culturas. Ser fã é apropriar-se. Apropriar-se do que não lhe pertence, mas que ao mesmo tempo é tão seu. Ser fã é compartilhar. É se conectar. Ser fã é desaprender e reaprender todos os dias. A cada episódio, a cada música, a cada capítulo, a cada estação. Ser fã é mergulhar em universos, galáxias, planetas, reinos, batalhas, amores e desamores. É criar seu próprio reino, seu próprio universo. É convocar o seu exército e travar suas próprias batalhas. Ser fã é ser rei de si. É experimentar alegrias e tristezas. Ser fã é emocionar-se com conquistas que não são suas. É ser drama, é ser suspense, é ser magia, é ser comédia, em único personagem: você. Ser fã é estrear no seu próprio filme, sua própria série, seu próprio álbum. É ter super poderes. Ou não. É reconhecer-se e transformar-se. Ser fã é viver a vida lentamente como um episódio após o outro. Ou intensamente, como uma temporada inteira de uma vez. Ser fã é correr o mundo, viajar pelo espaço, adentrar universos paralelos, mundos invertidos, cantar em concertos. Ser fã é fazer maratonas sem sair do sofá.

Ser fã é uma arte. Uma arte que só quem é fã compreende.

Nós somos fãs. Nós somos a Just For Fans.